quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Objetivos

1) Determinar a freqüência de ocorrência de transtornos de aprendizagem da aritmética (discalculia do desenvolvimento) em crianças e adolescentes de idade escolar da população geral de Belo Horizonte bem como de indivíduos portadores das síndromes velocardiofacial e de Turner.

2) Caracterizar o perfil cognitivo de crianças portadoras de transtornos de aprendizagem da aritmética

3) Determinar a freqüência de ocorrência de alterações genotípicas características das síndromes velocardiofacial e de Turner em crianças e adolescentes portadores de transtornos de aprendizagem da aritmética.